“O impossível é só questão de opinião”

Por: Janguiê Diniz
sonhos2

A frase que encabeça este texto vem da canção “Só os loucos sabem”, da banda Charlie Brown Jr. e explicita uma realidade à qual nem todos atentam: não há impossível para quem é decidido, determinado, resiliente, dedicado. É que só quem pode dizer o que você pode ou não fazer – claro, daquilo que está dentro das leis e da ética – é você próprio. Nota para a vida: jamais deixe alguém convencê-lo do contrário.

Advogo a tese de que o impossível é composto por várias partes possíveis. É aos poucos que se chega a um resultado grandioso. Ninguém pode querer ficar rico da noite para o dia, salvo apostando na loteria. Não dá para querer alcançar determinada posição na empresa ou no mercado sem demonstrar empenho e resultados sólidos. Cada degrau dessa escada é uma vitória que deve ser celebrada e reconhecida, mas que também deve lembrar que há mais a subir. O importante é não parar, nem voltar.

Muita gente acha que é incapaz de ter sucesso – seja lá o que essa palavra signifique para você – porque seus sonhos são “impossíveis”. Ora, isso não existe. Imagine um menino que saiu do interior nordestino, fugindo da seca, rodou parte do Brasil, e acabou se tornando o fundador de um grande empreendimento. Parece algo inalcançável, mas essa é a minha história. No entanto, até fundar o grupo Ser Educacional, hoje um dos maiores do setor educacional do Brasil, tive que trilhar uma longa e trabalhosa jornada. Sempre tive em minha mente que minhas metas de vida, por menores que fossem, seriam o pavimento da minha estrada de desenvolvimento. Contra todas as adversidades, mas com determinação, estudei, me formei, fui professor, juiz, procurador. O meu sonho impossível foi sendo construído aos poucos pelos sonhos possíveis que realizei.

Um exercício interessante é se perguntar: qual o meu sonho grandioso e impossível? Após isso, pense: quais os sonhos possíveis compõem esse grande sonho que parece tão distante? Ter essa “to do list” na cabeça ajuda em diversos pontos: primeiro, a ter um panorama geral do caminho a ser cruzado; segundo, a perceber que uma ideia é factível, mesmo que a princípio soe o contrário. Mas, como sempre defendo, não basta sonhar: é preciso transformar esse sonho em um objetivo real de vida e empenhar-se para alcançá-lo. E o mais importante: jamais desistir. Quem desiste de um sonho ou um objetivo desiste também de tudo o que vem depois dele. Imagine o tanto de experiências e conquistas a que você abriria mão se desistisse de uma única decisão na vida.

A vida por vezes nos apresenta desafios complicados de resolver. Por mais impossíveis que eles pareçam, calma, nem tudo está perdido. Se a vontade é de desistir, faça ser maior o desejo de fazer dar certo. Afinal, “pra quem tem pensamento forte, o impossível é só questão de opinião”.

Mestre e Doutor em Direito, Fundador e Presidente do Conselho de Administração do grupo Ser Educacional.

Contatos

Rua Joaquim Floriano, 466 conj. 1001 E - Itaim Bibi Brascan Century Corporate - CEP 04.534-002
+55 (11) 3078-9392
+55 (11) 94196-2215